Sábado, 8 de Novembro de 2008

Dia de luta

Hoje é incontornável fugir à manifestação de professores que terá lugar na cidade de Lisboa. Em tempos a ministra da educação disse que apesar de ter perdido os professores tinha conquistado os pais (esquecia-se que a maioria dos professores também são pais), contudo hoje são os pais, que pela mão das instituições que os representam, defendem, igualmente, a ideia que este modelo de avaliação descabido e desprovido da intenção de melhorar o ensino, mas cheio de intenções economicistas, poderá prejudicar, e muito, o desempenho dos professores e, por conseguinte, a aprendizagem dos seus filhos. Sou socialista democrático, acredito nos valores que levaram à fundação do partido socialista, no entanto, este governo da república pela mão desta senhora ministra está a acabar com o ensino público, está a justificar a fuga cada vez maior de estudantes e professores para o ensino privado, está a condenar a maioria dos estudantes de Portugal a um ensino marcado pelas aprovações obrigatórias, pelo sucesso estatístico altamente manipulado, pelo facilitismo, está a condenar os estudantes a um ensino que não os forma enquanto cidadãos responsáveis.

Assim, hoje estou solidário com a luta dos professores, estou solidário com cidadãos que em alguns casos, quase com 30 anos de dedicação à educação formando muita gente que se levanta contra eles, são agora obrigados a terem aulas assistidas por colegas sem nenhuma formação e muitas vezes com pouquíssima experiência na educação, por via de terem gasto a maior parte da sua carreira em cargos administrativo. Mais, o ensino em Portugal está nesta situação por a maior parte dos responsáveis políticos da área da educação não terem conhecimento da realidade do ensino, ou porque não estão ligados em termos científicos e académicos à educação ou quando estão são, na sua maioria, professores que levaram toda uma vida em concelhos e mais concelhos executivos fugindo sempre que podiam ao essencial do ser professor que é dar aulas, que é ensinar.

É necessário mudar, é necessário que o PS volte a eleger a educação como uma das suas paixões, é necessário que os socialistas do PS se façam ouvir em defesa do ensino público.

 


publicado por Hélder Almeida às 13:56
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Não há nada que pague com...

. Vasco Cordeiro, o Futuro ...

. 25 de Abril sempre!

. Força

. Escandaloso

. Vitória da Educação

. Toxicodependência

. Comprimidos de responsabi...

. Pacto na Educação

. Digestão de resultados.

.arquivos

. Outubro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abril

. ambiente

. crise

. desporto

. educação

. europa

. futebol

. justiça

. música

. natal

. poesia

. política

. ponta delgada

. religião

. sociedade

. transportes

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds