Domingo, 21 de Junho de 2009

Futuro?!?!

Muita gente tem afirmado a sua oposição aos chamados projectos de grande investimento público, até mesmo gente que no passado assinou compromissos com os nossos vizinhos espanhóis. Com isto, e se dúvidas existissem após declarações a favor da suspensão da democracia, como por exemplo, estas dissipam-se e compreendemos, claramente, que o PSD não é futuro para Portugal nem para coisa nenhuma.

Há mais de um ano, escrevi aqui neste blog sobre a importância da existência de uma linha de alta velocidade entre o porto de Sines e o resto da Europa, a mesma que agora Basílio Horta também fala. Defender a não construção da linha férrea de alta velocidade entre Sines e, pelo menos, Madrid é assinar a sentença de morte de grande parte de investimentos já realizados no porto de Sines. Só mentes de pouca abertura e com enorme falta de visão estratégica, do tipo que defendem suspensões semestrais da democracia, é que podem lutar pela não realização de um projecto extremamente importante, como é a ligação de alta velocidade entre Portugal e a capital espanhola.


publicado por Hélder Almeida às 21:26
link do post | Opinar | favorito
|
Sábado, 28 de Março de 2009

Confiança

O Presidente do Governo Regional dos Açores sempre defendeu, acima de tudo, a Região. Sempre colocou os interesses dos Açores à frente de interesses partidários e pessoais. Assim, não tenho a menor dúvida que tanto Carlos César como o actual detentor da pasta da economia, Vasco Cordeiro, perante as recomendações do Tribunal de Contas no que respeita ao contrato dos novos navios construídos nos estaleiros de Viana do Castelo, saberão exigir todas as contrapartidas resultantes do incumprimento daquilo que foi contratualizado, bem como apurar os responsáveis por essas mesmas falhas. Agora o que o Governo e o PS não vão com toda a certeza fazer é aquilo que o PSD e também a sua actual líder enquanto directora regional com a responsabilidade dos transportes marítimos fizeram, ou seja, acabar e nunca fomentar o transporte marítimo de pessoas e viaturas entre as ilhas dos Açores. Doa a quem doer esta é uma conquista dos governos do PS. Foi o PS que criou mais este elo de ligação entre todos os Açorianos, fortalecendo ainda mais o espírito autonómico. Foi o PS que permitiu que deixássemos de ser apenas Micaelenses, Terceirenses...Corvinos e passássemos a ser, efectivamente, Açorianos. Que credibilidade tem alguém que quando teve oportunidade nada fez neste sector e agora quer apresentar-se como a salvadora da pátria?


publicado por Hélder Almeida às 13:14
link do post | Opinar | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

Prioridades

Muito se falou na última semana das novas prioridades do PSD e de Manuela Ferreira Leite.

Em 2003 MFL era ministra das finanças e de estado do governo do PSD liderado por Barroso, governo este que acordou com Espanha a construção das linhas de alta velocidade ferroviária. Este acordo assinado por Barroso, e consequentemente com o apoio de MFL, previa que Portugal fizesse linhas até à fronteira e Espanha também do seu lado. O que muita gente não sabe é que por razões históricas as linhas férreas ibéricas são feitas numa bitola diferente do resto da Europa. Quer isto dizer que a maioria dos comboios que viaja em Portugal e Espanha não pode viajar a partir de França. Ora como pretende-se que a Península Ibérica fique ligada ao resto da Europa pela alta velocidade as linhas a serem construídas em Portugal e Espanha serão feitas na bitola europeia. Para além disso um dos grandes negócios que poderia surgir com a alta velocidade era o transporte de mercadorias a partir de Portugal para toda a Europa, podendo, por exemplo, o porto de Sines ser um grande interposto comercial, sendo feitas as descargas dos grandes cargueiros do mundo em Portugal ao invés de irem para Espanha, França ou Holanda. Esta grande oportunidade infelizmente não passará disto mesmo, tudo porque o incompetente do actual presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e por inerência MFL, não tivessem assinado um acordo com Espanha em que esta só assume construir em bitola europeia desde a fronteira portuguesa até Madrid. Quer isto dizer que os eventuais comboios de mercadorias portugueses só poderiam ir até Madrid, o que não seria de todo rentável.

Perante isto o que apetece dizer a MFL quando foi ela que assinou estes acordos internacionais, onde está em causa a seriedade do país, e vem agora simplesmente dizer aos outros que rompam aquilo que ele se comprometeu a fazer?

Começou mal, para não dizer muito mal MFL.

 


publicado por Hélder Almeida às 22:43
link do post | Opinar | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

Monopólio: não obrigado!

É um facto que quando nos queremos deslocar entre os Açores e Lisboa o preço que nos é exigido pelo monopólio existente entre SATA e TAP assume contornos de exagero, sobretudo quando à simples distância de um clique podemos pela internet tomar conhecimento dos preços que essas companhias oferecem nas ligações entre Lisboa e outras capitais europeias.

Muitos acham que o segredo da diminuição do preço está nas companhias low cost. Para a maioria das pessoas a impressão que passa é que os voos low cost são mais baratos pelos menores custos que estas empresas têm com tripulações e com os reduzidos serviços por elas prestados durante os voos, isto é uma treta. Enganam-se, esta é uma parcela ínfima nas contas das low cost. O segredo dessas companhias está na sua taxa de ocupação. Estudos recentes demonstram que a máxima taxa de ocupação média que uma companhia aérea consegue ter ronda os 85%, e para que as low cost tenham lucros têm de pelo menos ter uma taxa média de ocupação de 80 a 82%. Ou seja, está-se a falar de um espaço de manobra muito reduzido, escassos pontos percentuais entre o sucesso e o descalabro. Daí que essas empresas só se dediquem a voos altamente rentáveis e nunca possam assegurar qualquer tipo de serviço público, entenda-se, neste caso, como serviço público voos em que o avião vai quase vazio, e eu próprio já presenciei a muitas dessas situações.

Assim, não creio que existisse alguma low cost a vir para os Açores cumprir contratos como os que a SATA está a cumprir.

Com isto não quero proteger a SATA. Pelo contrário,  defendo a abertura do espaço aéreo entre Açores e continente mas que as empresas que se propuserem a fazer voos entre os Açores e continente sejam obrigadas a cumprir os compromissos de serviço público. Se não eram só os voos de sexta, de domingo e  de segunda que teriam disputa de mercado.

Hoje o que temos é uma SATA e TAP que estão a exigir valores absurdos pelas viagens que realizam, já que estão confortáveis. Gerir uma empresa dessas não é difícil. É urgente criar desconforto à SATA e TAP para que estas iniciem uma nova forma de actuar, tendo de melhorar as condições que oferecem para poderem sobreviver.

Não creio que a SATA corra risco com esta abertura se optar por uma postura inteligente na análise do mercado e definição da sua estratégia. Terá de sair do comportamento, de certa forma caracterizado pela inércia, que ao longo dos anos foi adquirindo com a situação de monopólio.

Deste modo, espero que esta seja uma realidade próxima e que o governo regional dos Açores e o seu Presidente tomem as medidas necessárias para que os Açores e os Açorianos sejam sempre defendidos acima de tudo. Este governo e Carlos César já deram provas que o interesse dos cidadãos é sempre crucial na sua tomada de decisão, daí que confie que esta melhoria neste sector será implantada a breve trecho.

 


publicado por Hélder Almeida às 21:26
link do post | Opinar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Futuro?!?!

. Confiança

. Prioridades

. Monopólio: não obrigado!

.arquivos

. Outubro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abril

. ambiente

. crise

. desporto

. educação

. europa

. futebol

. justiça

. música

. natal

. poesia

. política

. ponta delgada

. religião

. sociedade

. transportes

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds