Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Centralismo...

Será pedir muito que o Sr. Presidente da República Portuguesa, antes de dissolver os órgãos representativos dos Açorianos legitimamente eleitos, ouça esses mesmos representantes dos Açorianos? Se li bem o tal artigo 114 da polémica, o que lá diz é que o Presidente deve ouvir, e não tem de ouvir. Perante isto o Sr. Presidente só ouviria esses órgãos se quisesse. Contudo o Sr. Presidente sabe, e muito bem, que este artigo tem toda a legitimidade, o problema é o facto de ele parecer não possuir especial apreço pelas autonomias e por isso não gostar de ouvir os Açorianos aquando da dissolução dos representantes por eles escolhidos. O voto de cada Açoriano que elegeu o Sr. Presidente da República vale tanto como o voto de cada Açoriano que elegeu a Assembleia Legislativa Regional. O Sr. Presidente representa tanto os Açorianos como os deputados regionais com a diferença que estes conhecem os Açores, conhecem o Povo Açoriano e o Sr. Presidente e outros "ilustres" centralistas,  pertencentes a quase toda a gama política nacional, só de ouvirem esta expressão fogem dela como o diabo da cruz.  

 

 

tags:

publicado por Hélder Almeida às 20:35
link do post | Opinar | favorito
|
Domingo, 26 de Outubro de 2008

Confuso?

Gostaria de perguntar a Jorge Macedo se perante uma maioria absoluta, 30 deputados e uma vitória em todas as ilhas o PS está em fim de ciclo, o PSD com 19 deputados e 30% dos votos estará como? Morto e enterrado?

tags:

publicado por Hélder Almeida às 12:37
link do post | Opinar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

É com cada artista...

Ontem, como de costume, assisti ao programa Corredor do Poder da RTP1. No meu entender é um programa diferente de todos os outros que existem sobre política, apresenta intervenientes relativamente jovens, que durante uma hora e tal discutem semanalmente a actualidade política nacional. Até aqui tudo bem, mas quando se trata de falar das regiões autónomas, especialmente dos Açores, são perfeitas nulidades. Mais que criticar o seu desconhecimento sobre a política insular (facto totalmente condenável pois não se trata de um simples distrito do país, mas sim de uma região autónoma com órgãos de governo próprio), quero criticar o comentário propriamente em si. Não se deve falar de algo que não se sabe, e esses senhores falaram, ontem, dos Açores de forma leviana e até desrespeitosa. Só a título de exemplo enfatizo a intervenção do vice-presidente da câmara municipal de Gaia e representante do PSD no referido programa, que repetidamente criticava a lei de finanças das regiões autónomas, pelo facto do arquipélago dos Açores receber mais dinheiro que a Madeira. Talvez queria que recebesse o mesmo ou menos, e quem sabe até retomar as práticas de Mota Amaral e ainda disponibilizar verbas, dirigidas aos Açores, à Madeira. O arquipélago dos Açores, para quem não saiba, é constituído por nove ilhas habitadas, há, por conseguinte, uma grande dispersão de meios e infra-estruturas essenciais por todas as ilhas, há um grande custo associado à insularidade. Ao contrário a Madeira tem apenas duas ilhas habitadas, sendo que mais de 90% da população reside numa só das ilhas. A acrescentar não se deve esquecer que a Madeira é uma das regiões mais ricas do país (riqueza que advém dum desenvolvimento selvagem que espero nunca se instalar nos Açores). Perante isto o PSD de Ferreira Leite insiste na crítica de uma lei justa para os Açores e Madeira, e o PSD Açores nunca demonstrou uma opinião forte sobre esta matéria, mostrando vassalagem quer ao PSD nacional quer a Alberto João Jardim ao invés de defender os Açorianos.

Deste modo, resta fazer um apelo a esses políticos continentais: por favor não falem dos Açores, melhor, se quiserem falar tentem conhecer a realidade destas ilhas que dão a verdadeira dimensão atlântica a este país.

tags:

publicado por Hélder Almeida às 20:51
link do post | Opinar | favorito
|
Terça-feira, 21 de Outubro de 2008

Analisando II

No meu entender a par de José Ventura (eheh) o PSD é o grande derrotado destas eleições.

Agora mais a sério, os Açorianos demonstraram mais uma vez que não acreditam nem confiam na espécie de programa e postura eleitoral, melhor eleitoralista que este PSD apresentou. Desde propostas impossíveis de serem cumpridas até a candidatos virtuais que antes de serem eleitos já se demitiam das suas funções, passando por ataques pessoais e mesquinhos, este PSD tudo fez para não merecer a confiança dos Açorianos. O PSD perde deputados no Corvo, nas Flores e em São Jorge, fica sem representação no Corvo já que foi a quarta força mais votada nesta ilha, perde na quase totalidade dos concelhos, vê em Vila Franca um PS a rondar os 70% de votos, vê o seu capital humano e histórico a esfumar-se por entre o dedos,  e por fim vê mais um líder a ser "queimado". Foi assim com Dâmaso, Manuel Arruda, Cruz e agora Costa Neves.

Já foram quatro, resta agora a eterna desejada do PSD: Berta Cabral.

Se bem conheço Berta Cabral, tudo fará para ir queimando em lume brando outro líder no PSD, pelo menos até ter a certeza que César não se recandidata. Só em último caso e se ninguém avançar é que ela (Berta Cabral), a muito custo, assumirá esta responsabilidade, isto porque a actual Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada é reconhecida por abraçar desafios políticos cuja vitória está garantida à partida.

Para além disso concordo com a opinião de José Manuel Bolieiro que na noite das eleições dizia que apesar de Berta ser desejada esta não podia nem tinha o direito de continuar a condicionar o futuro do partido  apenas por este não coincidir com o seu calendário pessoal. A hora é esta, se não avançar agora, e se eu fosse militante do PSD Berta Cabral nunca mais "via" o meu voto. É agora que o PSD precisa de uma liderança forte, é agora que o PSD necessita de Berta Cabral. Um eventual recuo é sinal que Berta não está minimamente interessada com o partido, mas sim, e sobretudo, com a sua carreira política.

 

tags:

publicado por Hélder Almeida às 20:57
link do post | Opinar | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008

Analisando...

O PS nestas eleições conseguiu uma vitória segura e clara vencendo pela primeira vez em todas as ilhas. Ao eleger 30 deputados, menos um que há 4 anos, vê a sua maioria mais reduzida, contudo poderá continuar a implantar as suas políticas, os seus projectos, as suas linhas orientadoras com vista ao pleno desenvolvimento dos Açores.

Enquanto socialista democrático não posso deixar de manifestar o meu contentamento pela vitória obtida pelo PS ontem. No entanto, na mesma qualidade de socialista vejo-me na obrigação de tentar perceber, por um lado a elevada abstenção, e por outro a redução de votos que o PS teve, esta última resulta sobretudo da primeira.  Poderão ser vários os motivos: uma sensação de vitória assegurada mesmo antes do dia da eleição, um fraco líder do maior partido da oposição, uma manifestação de protesto contra Sócrates (julgo que este factor poderá ter tido mais importância que aquela que se possa pensar à primeira vista), e por último uma certa sensação de descontentamento e desmotivação, que infelizmente verifiquei nos últimos tempos em alguns socialistas, devido à excessiva importância e relevância dada a certas personalidades,  conhecidas por muitas coisas menos por serem socialistas, em detrimento das verdadeiras bases ideológicas do Partido Socialista dos Açores, isto no entender destes mesmos socialistas. Julgo, agora, que Carlos César terá de realizar um trabalho para o qual só ele tem todas as condições: galvanizar os socialistas Açorianos para os combates eleitorais que se seguem, em especial as eleições autárquicas, apresentando os melhores candidatos em todos os concelhos, a começar por Ponta Delgada. Há muita gente nas listas de deputados que poderá e deverá assumir responsabilidades e dar o corpo ao manifesto nas próximas eleições autárquicas. Por último votos que Carlos César faça boas escolhas para o elenco governamental, mantendo o rumo dos últimos mandatos.

Assim, é com a convicção que a vitória do PS foi justa e merecida que endereço as minhas felicitações a todos os Açorianos, primeiro por terem feito a melhor escolha e em segundo por demonstrarem, aos que cá apregoavam que o ar da democracia destas ilhas era rarefeito, que afinal aqui se respira e muito bem.

 

tags:

publicado por Hélder Almeida às 20:35
link do post | Opinar | favorito
|
Domingo, 19 de Outubro de 2008

Eleições IX

A vitória foi clara e desde já endereço as minhas felicitações ao PS, a Calos César e aos socialistas Açorianos.

Ao Dr. Costa Neves desejo-lhe a maiores felicidades na sua nova etapa de vida, conseguiu, ainda assim, um resultado que não fica muito atrás dos anteriores resultados conseguidos pelo PSD.

Artur Lima também merece os parabéns pela excelente votação do CDS, um resultado histórico para este partido.

Felicitações, igualmente, para o BE, CDU e PPM pela eleição dos seus deputados.

E não queria acabar sem referir e saudar, ainda, os candidatos do PDA e do MPT que fizeram o que de melhor sabiam ao longo deste período eleitoral.

A restante e mais pormenorizada análise dos resultados será feita nos próximos dias neste blog atento, sobretudo, aos Açores.

tags:

publicado por Hélder Almeida às 23:11
link do post | Opinar | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

Eleições VIII

 

Apesar da sondagem publicada pela SIC, só no Domingo é que os votos serão contados.

Aos Açorianos o que é exigido é que votem, e que votando o façam em consciência escolhendo o projecto e as pessoas que melhor defendam os Açores.

A confirmar-se a projecção da SIC, afinal parece que há, e muito, "oxigénio democrático" nos Açores, pois voltaremos a ter na Assembleia Legislativa Regional a representação da CDU e a entrada, pela primeira vez, do Bloco de Esquerda. Mais, a sondagem revela que todos os 5 maiores partidos aumentam a sua representação parlamentar à excepção do PSD, o que demonstra que o problema não está nos outros, o problema reside no PSD que não consegue passar a sua mensagem, que não consegue convencer os Açorianos.

Votos de boas escolhas para todos os Açorianos.

 

tags:

publicado por Hélder Almeida às 12:30
link do post | Opinar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

Eleições VII

A boa educação fica bem a qualquer líder partidário. Há 4 anos Victor Cruz começou, nos Açores, a usar um estilo de discurso político que visava claramente denegrir e sujar o nome do presidente do PS Açores. Foi assim com a falsa história do CD, foi assim com o recurso ao argumento que Carlos César não era possuidor do dito "canudo". Em Lisboa Santana, pouco tempo depois, fazia piadas caluniosas sobre a orientação sexual de Sócrates, como se isso interessasse a alguém. Em 2008 Costa Neves retomou o tema da falta de curso de César, e Berta ataca aconselhando César a tirar um curso, e de preferência numa Universidade que não a Independente. Perante esta situação parece-me claro quem não respeita quem. Mais é o PSD que com esta conversa passa um redondo diploma de ignorância ao povo dos Açores, pois no seu entender quem não tem curso não merece sequer governar. Ora o povo dos Açores é constituído, maioritariamente, por gente que infelizmente ou não quis, ou não conseguiu tirar uma formação superior. Agora pergunto: devem estas pessoas ser discriminadas? Com esses argumentos o PSD cada vez mais me convence que aquele D da sua sigla é um D de tudo menos de democrata, é um D de DISCRIMINAÇÃO e de DIFERENCIAÇÃO NEGATIVA.

tags:

publicado por Hélder Almeida às 19:33
link do post | Opinar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 11 de Outubro de 2008

Eleições VI

Há quem defenda que a história se repete, eu, não sendo apologista desta teoria, nesta campanha eleitoral, estou a ser contrariado. Ora vejam lá que em 2004 Victor Cruz dizia no frente a frente com Carlos César que ele tinha curso e César não e que por isso, no seu entender, tinha mais qualificações que Carlos César para ser presidente do Governo Regional. Pois ontem o inarrável Costa Neves na ilha Graciosa lançou outra vez este mesmo comentário, afirmando que era melhor que César pois tinha conseguido acabar um curso. Em 2004 afirmações como estas valeram uma das mais pesadas derrotas ao PSD, em 2008, e não aprendendo com os seus próprios erros, o PSD volta a errar, volta a meter os pés pelas mãos, volta a pedir aos Açorianos que votem em todos menos nele, volta a ambicionar uma derrota ainda mais esmagadora que a de 2004 e que a de 2000, volta a não merecer o voto dos Açorianos.

Este PSD é o PSD do ataque gratuito e pessoal, o PSD do populismo, e o seu líder segue, e bem, a escola do seu mestre, o mais populista e irresponsável político desde o 25 de Abril: Santana Lopes.  

 

tags:

publicado por Hélder Almeida às 18:39
link do post | Opinar | favorito
|

Eleições V

Ontem as Portas do Mar foram palco de mais uma enorme manifestação de apoio dos Açorianos ao PS e a Carlos César. Naquele que eventualmente terá sido o maior jantar/comício de sempre nos Açores, Carlos César demonstrou mais uma vez a sua vitalidade, perseverança e vontade de continuar a mudar os Açores para melhor.

Assim, nesta última semana será necessário apelar, exaustivamente, à participação dos cidadãos na eleição do dia 19 de Outubro, com o intuito de combater a abstenção, verdadeira inimiga da democracia.

 

tags:

publicado por Hélder Almeida às 12:34
link do post | Opinar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Não há nada que pague com...

. Vasco Cordeiro, o Futuro ...

. 25 de Abril sempre!

. Força

. Escandaloso

. Vitória da Educação

. Toxicodependência

. Comprimidos de responsabi...

. Pacto na Educação

. Digestão de resultados.

.arquivos

. Outubro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abril

. ambiente

. crise

. desporto

. educação

. europa

. futebol

. justiça

. música

. natal

. poesia

. política

. ponta delgada

. religião

. sociedade

. transportes

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds